DICAS PARA VIAJAR SOZINHA

Em 2016 fiz minha primeira viagem sozinha (clique aqui pra ler o post) e ao longo das experiências e perrengues - risos - dos últimos anos, fui guardando várias dicas que hoje compartilho com vocês. Viajar sozinha ao mesmo tempo que é um passo para a liberdade também traz muita responsabilidade e cautela. E é preciso dizer: viajar sozinha sendo mulher traz 1000x mais responsabilidade e cautela. Inclusive: mulheres, esse post é nosso <3


A primeira viagem sozinha foi de ônibus, e só fui pegar avião para uma viagem sozinha em 2018 e já conto o porquê! Os destinos que já viajei sozinha foram: Guarujá (São Paulo), Paraty (Rio de Janeiro), Praia do Rosa (Santa Catarina), Camburi (São Paulo), Chapada dos Veadeiros (Goiás), Brasília (Distrito Federal) e em breve lista atualizada (AMÉM). Hoje compartilho com vocês as dicas que esses destionos me trouxeram:


DICA 1) Aconselho que na sua primeira viagem sozinha você escolha um destino já conhecido e perto da cidade que você mora


Eu escolhi o Guarujá, uma praia que sempre frequentei quando criança e fica 1h30 da minha casa. Viajando sozinha eu aprendi: a gente nunca sabe como vamos nos sentir, e pra primeira experiência é importante que tenhamos algum conforto emocional. Quando fui pro Guarujá eu sabia que independente de qualquer coisa eu poderia pegar o primeiro ônibus e voltar pra casa.

AH!! E escolha um lugar que tenha ônibus frequente pra ir embora. Não adianta o lugar ser perto da sua casa mas só ter ônibus de volta 1 vez por dia rs.


E por que um lugar que você ja conhece? Bom, essa é uma dica que eu dou de acordo com a MINHA experiência. Mesmo que você ja conheça um lugar, estando sozinha ele vai ser completamente novo. Você vai visitar locais que não tinha ido quando estava acompanhada. Você vai enxergar o lugar de outra forma. E, um lugar já conhecido traz uma segurança maior pra primeira viagem.


DICA 2) Fique em hostel - e em quarto compartilhado com mulheres


Hostels são modelos de hospedagens com ótimo custo benefício e com pessoas que estão com o intuito de conhecer gente nova. Nos hostels existe o quarto compartilhado (misto, masculino ou feminino) o que te permite fazer amizades (já fiz amigas de alma e coração <3). Aconselho que você, mulher, sempre pegue um quarto compartilhado com mulheres quando estiver sozinha. Isso vai permitir que você conheça mulheres e se sinta mais segura. Sempre rola convidar as meninas do quarto pra jantar ou passear!


DICA 3) Veja se o hostel fica perto de lugares que você vai frequentar


Sozinha, procure não pegar hostels que ficam afastados de tudo. Prefira algum perto da praia, de restaurantes, de lanchonetes. Outro ponto importante é ver se próximo ao hostel tem farmácia e mercado! Isso é bem importante.


Eu -ainda- não dirijo carro, então sempre preciso me virar a pé ou de transporte público na própria cidade (às vezes de carona). Por isso, sempre escolho hospedagem com mercado, restaurante e farmácia por perto


DICA 4) Ao chegar no hostel peça dicas para os funcionários/ para os moradores locais


Sempre que chegar no hostel pergunte para os funcionários como é a cidade, se o bairro é tranquilo, quais horários precisa ter mais atenção. Peça dicas de bares, restaurantes, passeios. Você pode ver muita coisa pela internet, mas só quem mora no local vai te falar a verdade.


DICA 5) Evite falar para um homem que acabou de conhecer que você está viajando sozinha


Claro que você vai conhecer crushes e amores de verão (ou de inverno), é uma delícia paquerar em viagem. Essa dica é pra quando você estiver em um barzinho sozinha, ou numa baladinha da cidade, evite falar que tá sozinha, ou que vai voltar sozinha pro hostel. Inclusive, fica a dica de chamar as meninas do quarto pra ir pro bar contigo!


DICA 6) Mande sua localização para seus pais ou amigas


Sei que quando a gente viaja, a gente quer se desligar. Porém, custa 0 reais dar notícias e deixar avisado onde você está. Qualquer coisa que acontecer as pessoas vão saber onde te encontrar.


DICA 7) Ande sempre com dinheiro em nota


Isso vale pra toda viagem, mas principalmente quando se está sozinha. Nessas horas não têm amiga pra recorrer. Às vezes você precisa pegar um ônibus, um táxi ou até mesmo pagar algo no lugar que não aceite cartão. Ande com dinheiro.


DICA 8) Tenha um cadeado


A maioria dos hostels têm armário para guardar os pertences. Tenha um cadeado. Não sou de pensar no pior, mas antes prevenir do que remediar. Tenha um cadeado pra fechar sua mala/armário.


DICA 9) Objetos para ter sempre na mala de viagem


Capa de chuva, cadeado, lixa de unha, band-aid, remédio para dor, pochete, isqueiro (mesmo que você não fume, vai ser útil), carregador portátil de celular, caderno de anotações, garrafa de água, livro, camisinha, pacote de sal (esses pacotinhos de sal que tem em restaurante) e tripé para celular (esse é essencial!!! nem sempre você vai ter alguém para fazer suas fotos rs).


DICA 10) Ande de transporte público ou a pé


É a melhor forma de conhecer um lugar e se sentir mais segura. Quando só pegamos táxi ou aplicativo de mobilidade, parece que nunca sabemos o caminho. Aprenda a andar de ônibus na cidade que você está. Andar a pé também é ótimo. Isso vai fazer com que você decore os caminhos e se sinta mais segura (sempre ande com o Maps do celular ou peça auxílio para os locais).


DICA 11) Converse


Essa é essencial. Mesmo que você queira ficar sozinha o tempo inteiro, você vai perceber ao longo da experiência o quanto é maravilhoso sair da sua bolha e conhecer pessoas novas. Uma conversa de 15 minutos no café da manhã já pode mudar sua experiência inteira de viagem. Se abra pro novo, pergunte as historias das pessoas, pergunte porquê elas estão viajando. A troca é a melhor bagagem da viagem.


DICA 12) Viaje sozinha para se encontrar e não pra fugir - e viaje sozinha mesmo se você tiver namorad@


Finalizo com essa dica essencial. Aprendi isso em algumas viagens. Não adianta querer viajar sozinha para fugir da sua vida, para fugir do que está acontecendo. Porquê você vai voltar de viagem e os problemas vão continuar lá. Encare a viagem para se transformar e enxergar a vida de outra forma, e não como uma fuga da sua realidade. Outro ponto muito importante: mesmo que você esteja em um relacionamento afetivo, viaje sozinha. Viva sua liberdade, suas histórias, se conheça. É tão maravilhoso voltar pra casa e ter histórias pra contar.


Espero ter auxiliado!! Qualquer dúvida é só deixar nos comentários. Compartilha com as amigas viajantes <3


© 2019 Por Amar e Florescer.